Compartilhe
facebook twitter gplus mail

Novo Aman Kyoto abre em novembro

08/02/2019

Shima, Tóquio e agora Quioto. A terceira cidade japonesa a receber um Aman inaugurará o novíssimo hotel no dia 1° de novembro. Situado na área de Kita, no alto de uma colina, o Aman Kyoto chega para preservar alguns traços já comuns nos hotéis do grupo, como os serviços impecáveis de bem-estar, o design integrado à natureza e a possibilidade de proporcionar experiências transformadoras aos hóspedes. 

O local - antes ocupado por uma comunidade artística que acabou dando origem à tradicional escola Rinpa de pintura, há mais de 400 anos - conta com 80 hectares de florestas e jardins, onde estão um pequeno rio, estátuas de Jizo (Deus budista que de acordo com a tradição protege as crianças), bordos nativos do Japão e caminhos de pedra cobertos de musgo. 

O projeto, assinado pela Kerry Hill Architects – que também esteve à frente do Aman Tokyo – teve inspiração nas ryokans (hospedarias tradicionais japonesas), com toques contemporâneos. Cada espaço do hotel - gastronomia, spa e acomodações - está representado em um pavilhão independente. Quatro pavilhões têm 24 quartos e dois têm villas com dois quartos separados. Já o design de interiores de cada acomodação exibe cores neutras, que combinam com a luz natural proporcionada por janelas do chão ao teto, e materiais concebidos a partir de madeira da região central do Japão. 

O mais legal é que tanta privacidade e relaxamento não isolou o hotel de pontos importantes de Quioto, como os 17 Patrimônios da Humanidade, declarados pela Unesco, abrigados pela cidade. 

Gastronomia
A prestigiadíssima gastronomia japonesa está muito bem representada em alguns dos pavilhões do Aman Kyoto. A culinária elaborada a partir da escolha detalhada de produtos locais proporcionará um menu com vários pratos, especializado na cozinha caseira do conceito obanzai, típica de Quioto. Outros pavilhões têm uma lareira central, um terraço com jardim ornamentado e servirão chá da tarde.

Spa 
A tradição japonesa também é a principal inspiração do spa. Entre as experiências relacionadas a relaxamento e cura estão tratamentos que utilizam produtos japoneses como saquê, óleo de camélia prensado a frio, chá verde, feijão preto e seda de Quioto, além de espaços voltados para o tradicional banho de onsen, realizado com água de uma nascente. O que torna ele mais especial no spa do Aman é que a água vem de uma fonte termal no próprio hotel. 

Aman
O grupo Aman existe desde 1988, quando abriu seu primeiro hotel na costa oeste de Phuket, na Tailândia. Hoje, são 33 resorts, hotéis e residências particulares instalados em 21 países - todos com arquitetura que combina design e natureza, respeito pelo meio ambiente, restaurantes com a gastronomia de cada lugar, além de tratamentos para o bem-estar, inspirados na combinação entre a cultura local de cada destino, e ingredientes indígenas - sem contar os programas personalizados e específicos para cada hóspede.

0 Comentário