Compartilhe
facebook twitter gplus mail

10 locais para compras em Tóquio

08/07/2019

Uma grande metrópole que combina com perfeição cultura milenar com modernidade e tecnologia. Sem contar uma gastronomia premiadíssima e incrivelmente autêntica. Tóquio não é destaque apenas na Ásia, mas desponta entre as principais capitais do mundo. O mais legal é que em meio a tudo isso, ainda há espaço para ótimas opções de compras. Selecionamos dez lugares – entre lojas de roupas com peças de designers conceituados, livrarias e até uma feira de antiguidades completíssima - que provam que é impossível deixar a capital japonesa de mãos vazias!

Funktique
Uma verdadeira viagem aos anos 1990 e início de 2000. Funktique, instalada em uma pequena rua do bairro de Harajuku, é uma loja de roupas femininas e acessórios com coleções inspiradas nas duas décadas passadas. Ainda que o foco sejam as peças retrô, Funktique também proporciona itens inspirados em design contemporâneo. funktique.com

Good Goods Issey Miyake
O conceituado designer Issey Miyake - muito lembrado também pelos seus perfumes - teve sua primeira coleção lançada em Nova York, em 1971 e, dois anos depois, o mundo via suas peças em uma edição do Paris Fashion Week. Já em 2018, inaugurou mais uma loja, dessa vez em Tóquio, no bairro de Shibuya. O espaço, considerado por ele como “neo-futurista”, foi concebido pelo designer Tokujin Yoshioka e combina com perfeição com as roupas e acessórios contemporâneos em exibição. isseymiyake.com/en/stores/683

Archive Store
Também no bairro de Shibuya e em um ambiente descolado e supermoderno, com paredes espelhadas e pouco iluminado, a Archive Store é uma loja que conta com itens de designers e marcas como Comme des Garçons, Yohji Yamamoto, Martin Margiela e Raf Simons. archivestore.jp

Minä Perhonen Daikanyama
Quando o designer japonês Akira Minagawa criou a Minä Perhonen Daikanyama sua ideia era buscar inspiração na combinação entre as modas japonesa e finlandesa. Com modelos considerados por ele “atemporais”, ainda proporciona a quem visita a sua loja peças de designers locais. mina-perhonen.jp

Laila Tokio
As 8 mil pirâmides dispostas na Laila Tokio já chamam a atenção. A ideia foi do designer Koichiro Kimura, que quis conceber um espaço futurista para a loja de roupas femininas. Já entre as peças, há looks de designers como Helmut Lang e Raf Simons, além de itens de designers japoneses. laila-tokio.com

Ito-Ya
Ao se pensar em uma papelaria, muitas vezes não se vem à cabeça um atrativo muito grandioso. Ito-Ya prova o contrário! Fundada em 1904, hoje são nove andares que proporcionam canetas, lápis, papéis, bloquinhos, cadernos, agendas, clipes, entre outros produtos, de todas as formas imagináveis e até imprevisíveis. ito-ya.co.jp

Tsutaya Books
Instalada no Ginza Six, um complexo de compras instalado em um edifício projetado por Yoshio Taniguchi (responsável também pelo Museu de Arte Moderna de Nova York), a Tsutaya Books é uma livraria muito voltada a livros de arte, arquitetura, fotografia e gastronomia. O local ainda conta com janelas do chão ao teto com vistas para o bairro de Ginza, e um espaço que funciona como galeria de arte. store.tsite.jp

Monocle
Extensão da revista de mesmo nome, a loja possui unidades também em Londres, Hong Kong, Nova York e Toronto. O espaço trabalha de forma colaborativa com diversas marcas e proporciona uma variedade de artigos de papelaria, decoração, acessórios, roupas e objetos assinados por designers de todo o mundo. A dica é dar um pulinho também no café e apreciar a bebida com comidinhas da culinária internacional. monocle.com/shop

Xanadu Tokyo
Tatsuro Motohashi criou uma loja de roupas masculinas e femininas independente, que apoia marcas japonesas jovens e não tão conhecidas. Entre os nomes que assinam alguns modelos estão Roggykei e Nyte. É notável que a maioria das roupas foram criadas a partir de tons mais sóbrios. xanadutokyo.jp

Oedo Antique Market
A maior feira de antiguidades do Japão. Seu nome faz referência a um período histórico de Tóquio, quando a cidade ainda era chamada de Edo, entre 1603 e 1868. Vários itens à venda são verdadeiros tesouros culturais que restaram desta época, como livros, louças, quadros, entre outros itens. antique-market.jp

0 Comentário